Infelizmente, esta promoção não está disponível
[PSN Plus - Grátis] What Remains of Edith Finch
228° Acabou

[PSN Plus - Grátis] What Remains of Edith Finch

12
7 de maioLoja física

Esta promoção está encerrada. Aqui estão algumas opções que podem te interessar:

Disponível Para Assinantes Da PlayStation Plus.. jogo do mês de Maio
Complementos da Comunidade

Categorias

12 Comentários
“promoção”
Esse jogo presta?
ThiagoRicoy30 m atrás

Esse jogo presta?


E muito!
Pra quem gostou de Life is Strange é um prato cheio, pena que é curto.
Pra quem tá fazendo perguntas do tipo "Esse jogo presta?" só por ele ser indie, lembrem-se que ele foi o vencedor do GOTY de 2018 no BAFTA em cima de Zelda e Mario Odyssey.
Zerei no xbox. É um jogo legalzinho, não é esse hype que a galera bota não. E é beeeeem curtinho.
Kow_Walski08/05/2019 10:21

Zerei no xbox. É um jogo legalzinho, não é esse hype que a galera bota nã …Zerei no xbox. É um jogo legalzinho, não é esse hype que a galera bota não. E é beeeeem curtinho.


Já discordo. É o tipo de jogo que antes de jogar você não bota fé, não dá um real pelo jogo.
Depois de zerar, ainda que seja curto o game, te deixa com a sensação de que devia ter jogado antes.
Realmente não é um AAA mas deixa muitos deles no chinelo.
Zerei no PC porque ficou grátis na Epic Store e foi uma ótima experiência.
gabriel.dias022308/05/2019 02:09

Pra quem tá fazendo perguntas do tipo "Esse jogo presta?" só por ele ser i …Pra quem tá fazendo perguntas do tipo "Esse jogo presta?" só por ele ser indie, lembrem-se que ele foi o vencedor do GOTY de 2018 no BAFTA em cima de Zelda e Mario Odyssey.


Mas explica direito senão o pessoal vai entender seu comentário errado. Tanto Zelda quanto Mário ganharam vários prêmios também, o bafta analisa vários quesitos e vários jogos competem nesses quesitos, como o Oscar.
Willian_Holanda26 m atrás

Já discordo. É o tipo de jogo que antes de jogar você não bota fé, não dá u …Já discordo. É o tipo de jogo que antes de jogar você não bota fé, não dá um real pelo jogo. Depois de zerar, ainda que seja curto o game, te deixa com a sensação de que devia ter jogado antes. Realmente não é um AAA mas deixa muitos deles no chinelo. Zerei no PC porque ficou grátis na Epic Store e foi uma ótima experiência.


Eu discordo. É um bom jogo, mas o que prende nele é simplesmente a curiosidade daquilo estar acontecendo. Não tem um desfecho arrebatador nem nada.
É um bom jogo, mas não é nem de longe esse hype que a galera cria. Voce vai la, zera, e esquece.
Mas, é apenas a minha opinião. Joguei e não jogaria de novo.
Willian_Holanda2 h, 12 m atrás

Mas explica direito senão o pessoal vai entender seu comentário errado. T …Mas explica direito senão o pessoal vai entender seu comentário errado. Tanto Zelda quanto Mário ganharam vários prêmios também, o bafta analisa vários quesitos e vários jogos competem nesses quesitos, como o Oscar.


Obviamente que sim, meu comentário não foi pra dizer que Edith Finch é melhor que Mario e Zelda, foi pra dizer que se a segunda maior premiação de jogos do mundo deu o prêmio de GOTY pra ele, ele OBVIAMENTE tem alguma coisa especial.
gabriel.dias022308/05/2019 02:09

Pra quem tá fazendo perguntas do tipo "Esse jogo presta?" só por ele ser i …Pra quem tá fazendo perguntas do tipo "Esse jogo presta?" só por ele ser indie, lembrem-se que ele foi o vencedor do GOTY de 2018 no BAFTA em cima de Zelda e Mario Odyssey.


Não me entenda mal, adoro jogos como What Remains of Edith Finch, Gone Home, Firewatch, e outros walking simulators, mas é um jogo completamente diferente de Zelda e Mario Odyssey. O primeiro grupo de jogos é focado na narrativa, e Zelda e Mario, são quase pura jogabilidade. Só faço essa ressalva pra ninguém baixar o jogo com uma determinada expectativa e acabar saindo frustrado.

What Remains of Edith Finch é fantástico, mas minha impressão é que o gênero dele é muito nicho dentre os gamers. Dito isso, se você ainda não jogou um desses jogos citados, talvez seja pra você. Minha dica é jogar com bastante tempo livre, pra poder explorar bastante os ambientes, e sendo jogos majoritariamente introspectivos, jogue um dia que estiver sozinho. E seria muito legal de quem nunca jogou nada do gênero, postar aqui depois o que achou, do que gostou, etc (com cuidado com spoilers, claro)
vinicius.marcato08/05/2019 09:37

Não me entenda mal, adoro jogos como What Remains of Edith Finch, Gone …Não me entenda mal, adoro jogos como What Remains of Edith Finch, Gone Home, Firewatch, e outros walking simulators, mas é um jogo completamente diferente de Zelda e Mario Odyssey. O primeiro grupo de jogos é focado na narrativa, e Zelda e Mario, são quase pura jogabilidade. Só faço essa ressalva pra ninguém baixar o jogo com uma determinada expectativa e acabar saindo frustrado.What Remains of Edith Finch é fantástico, mas minha impressão é que o gênero dele é muito nicho dentre os gamers. Dito isso, se você ainda não jogou um desses jogos citados, talvez seja pra você. Minha dica é jogar com bastante tempo livre, pra poder explorar bastante os ambientes, e sendo jogos majoritariamente introspectivos, jogue um dia que estiver sozinho. E seria muito legal de quem nunca jogou nada do gênero, postar aqui depois o que achou, do que gostou, etc (com cuidado com spoilers, claro)


Walking simulators e jogos baseados em narrativa estão entre meus gêneros favoritos, com certeza! Perdão se deixei a entender de outra forma, mas o que eu disse no meu comentário não foi pra classificar Edith Finch como um jogo objetivamente melhor que Mario e Zelda, e sim pra provar a qualidade que Edith Finch tem a ponto de ser considerado jogo do ano pela segunda maior premiação de jogos do mundo. Quase todo mundo tá tratando esse jogo como lixo em toda postagem sobre a Plus de maio, e eu acredito que isso não veio pelo fato de ele fazer parte de um gênero de nicho, e sim por pura e simples negligência por parte das pessoas.

Atualmente, What Remains of Edith Finch se encontra com mais de 95% de aprovação na Steam, assim como outros jogos mais focados em narrativa como Life is Strange e o falecido The Walking Dead (Gone Home e Firewatch são um caso à parte, mas eu poderia citar The Stanley Parable como um exemplo mais próximo), ou seja, a gigantesca maioria que deu uma chance, acabou adorando. Não é como se jogos focados em narrativa fossem como filmes pretensiosos mega premiados que exigem muito mais das pessoas do que os filmes convencionais, são só experiências que buscam evocar um sentimento diferente. Jogos eletrônicos são a arte mais ambiciosa já inventada e limitar seu espectro emocional por estar preso a determinados gêneros é a pior coisa que um "gamer" pode fazer.

Destaque à bela atitude do Marcween no post sobre a Plus aqui na Pelando. A primeira reação dele foi comentar que a lineup era fraca, e depois de terminar o Edith Finch, voltou pra contar o quanto gostou do jogo e recomendar pra todo mundo. É tudo questão de sair dessa bolha.
gabriel.dias022309/05/2019 19:57

Walking simulators e jogos baseados em narrativa estão entre meus gêneros f …Walking simulators e jogos baseados em narrativa estão entre meus gêneros favoritos, com certeza! Perdão se deixei a entender de outra forma, mas o que eu disse no meu comentário não foi pra classificar Edith Finch como um jogo objetivamente melhor que Mario e Zelda, e sim pra provar a qualidade que Edith Finch tem a ponto de ser considerado jogo do ano pela segunda maior premiação de jogos do mundo. Quase todo mundo tá tratando esse jogo como lixo em toda postagem sobre a Plus de maio, e eu acredito que isso não veio pelo fato de ele fazer parte de um gênero de nicho, e sim por pura e simples negligência por parte das pessoas. Atualmente, What Remains of Edith Finch se encontra com mais de 95% de aprovação na Steam, assim como outros jogos mais focados em narrativa como Life is Strange e o falecido The Walking Dead (Gone Home e Firewatch são um caso à parte, mas eu poderia citar The Stanley Parable como um exemplo mais próximo), ou seja, a gigantesca maioria que deu uma chance, acabou adorando. Não é como se jogos focados em narrativa fossem como filmes pretensiosos mega premiados que exigem muito mais das pessoas do que os filmes convencionais, são só experiências que buscam evocar um sentimento diferente. Jogos eletrônicos são a arte mais ambiciosa já inventada e limitar seu espectro emocional por estar preso a determinados gêneros é a pior coisa que um "gamer" pode fazer.Destaque à bela atitude do Marcween no post sobre a Plus aqui na Pelando. A primeira reação dele foi comentar que a lineup era fraca, e depois de terminar o Edith Finch, voltou pra contar o quanto gostou do jogo e recomendar pra todo mundo. É tudo questão de sair dessa bolha.


Imagina,Gabriel, foi mais uma ressalva pras pessoas não esperarem jogos como os que vc citou, no quesito jogabilidade. Justamente pq aí de repente essa expectativa acaba destruindo a experiência. Meu receio é de uma pessoa que adoraria jogar What Remains of Edith Finch, experimentar o jogo em um momento que ele espera um jogo com mais ação, como Mario e Zelda, acabar se frustrando, e a pessoa não tentar jogar nunca mais. E isso seria uma perda absurda pra todas as partes.

Joguei no pc, mas tava de olho no jogo, esperando uma promoção pra comprar na Live. Aí ficou grátis na Epic e acabei jogando no pc mesmo. Mas agora vou jogar no PS4 tb, e tentar reparar melhor em detalhes que estavam lá o tempo todo, e acabei deixando passar. Como citado, o jogo é curto, mas acho que vale replay.
Qual a sua opinião?
Avatar
@
    Texto