Infelizmente, esta promoção não está disponível
Notebook Gamer Acer Aspire Nitro 5, Intel core i5 7300HQ, 8GB RAM, HD 1TB, NVIDIA GeForce GTX 1050 com 4GB
293° Acabou

Notebook Gamer Acer Aspire Nitro 5, Intel core i5 7300HQ, 8GB RAM, HD 1TB, NVIDIA GeForce GTX 1050 com 4GB

3
17 de maio
7% de cashback Utilizando a ferramenta Méliuz

Notebook Gamer Acer Aspire Nitro 5, AN515-51-50U2, Intel core i5 7300HQ, 8GB RAM, HD 1TB, NVIDIA GeForce GTX 1050 com 4GB, tela 15.6"

  • Processadore: 7ª geração Intel Core
  • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1050 com 4 GB GDDR5
  • Tela de 15.6” com resolução Full HD
  • Teclado retroiluminado em vermelho
  • Windows 10
Complementos da Comunidade
- Possui um slot M.2 com suporte a SSDs NVMe ou SATA;
- Possui 2 (Dois) slots de memória RAM DDR4;
- 01 conexão USB tipo C para USB 3.x*;
- 02 conexões USB tipo A para USB 3.x* ;
- 01 conexão USB tipo A para USB 2.0.
* USB 3.0 renomeada para USB 3.1 Gen 1 e posteriormente 3.2 Gen 1x1 (é essa bagunça mesmo)

Categorias

3 Comentários
Saudades Eterno

3707807-Nfje8.jpg
Uma coisa que se tornou muito mais importante nos dias de hoje com as vulnerabilidades de processadores são as atualizações, principalmente de BIOS/UEFI e microcode/firmware. Algumas vulnerabilidades afetam praticamente todos os processadores e arquiteturas. Mas a maioria estão afetando a Intel.

Muitas delas são responsabilidade da Intel, AMD ou outra, mas algumas ficamos também dependentes das fabricantes de placas mãe e, no caso do notebooks, das fabricantes de notebooks. Algumas atualizações são disponibilizadas via sistema operacionais Linux, Windows etc mas algumas são via atualizações de BIOS/UEFI.

No caso desta série VX5 da Acer, por exemplo o VX5-591G ( que é o que eu tenho), eles levaram mais de um ano (586 dias+-) para lançar uma atualização e nem é relacionada às vulnerabilidades. acer.com/ac/…=1. Neste caso por exemplo o core i5-7300HQ foi lançado em Q1'17, jan-mar de 2017.

Já é hábito das empresas de não lançar atualizações para seus produtos depois de um curto tempo (muitas vezes muito curto) mas na situação atual é grave porque os problemas são no próprio processador. E novas vulnerabilidades estão surgindo.

Também vale a pena levar em consideração os processadores AMD Ryzen que não estão sendo afetados pela marioria das vulnerabilidades.
Qual a sua opinião?
Avatar
@
    Texto