Infelizmente, esta promoção não está disponível
E-book: O primo Basílio, Eça de Queirós
737° Acabou

E-book: O primo Basílio, Eça de Queirós

1
24 de abril

Esta promoção está encerrada. Aqui estão algumas opções que podem te interessar:

Descrição do produto
O casamento burguês de Jorge e Luísa começa a ser ameaçado quando Jorge viaja a trabalho e Luísa recebe a visita de Basílio, seu primo e antiga paixão. A jovem esposa logo se rende aos encantos do primo sedutor,e os dois se tornam amantes. No entanto, Juliana, criada de Luísa, descobre o adultério ao ler uma correspondência dos amantes. A partir de então, desenrola-se uma trama intensa, permeada de segredos, chantagens e surpresas.

Resenha Especializada
Tudo ia bem com a romântica Luísa, esposa do engenheiro Jorge, típico casal da classe média portuguesa do século XIX. Faltava apenas um filho para completar a felicidade da família, algo que certamente não tardaria a chegar. Mas a vida perfeita da moça se desfaz quando o marido é obrigado a viajar a trabalho na mesma época em que o primo, Basílio chega da França. Rico, conquistador, ele não leva muito tempo para ganhar o coração carente e sonhador de Luísa. O adultério é flagrado pela empregada Juliana, que usa a informação para fazer todo tipo de chantagem. Luísa conhece o inferno, torna-se escrava da situação e chega a adoecer gravemente. A grande questão é saber se Basílio realmente merce todo o sacrifício exigido por esse amor proibido.

Sobre o Autor
Nascido em Póvoa do Varzim, ao norte de Portugal, em 1845, Eça de Queirós é o maior representante da prosa realista portuguesa. O pai, José maria de Teixeira de Queirós era brasileiro e se casou com a portuguesa Carolina Augusto Pereira de Eça quatro anos após o nascimento do menino, por isso sua nacionalidade muitas vezes é confundida. Eça de Queirós foi um dos poucos nomes de sua geração com fama internacional. Ele abandonou o estilo clássico romântico predominantemente na época e estabeleceu uma nova forma de escrita, com simplicidade e força, apresentando uma visão crítica da realidade em seus romances. Casado com Emília de Castro e Pamplona, teve quatro filhos e faleceu em 1900, em Paris.
Complementos da Comunidade

Categorias

1 Comentário
Vlw! Tem mtos clássicos que eu não li
Qual a sua opinião?
Avatar
@
    Texto