19 de julho de 2021
Eu lembro que há 5 anos a Kabum não quis de jeito nenhum aceitar uma devulção de um fone de ouvido que comprei lá, alegando que só recebia de volta produtos que a embalagem não foi aberta. Nem procon resolveu. Preferi vender o fone de ouvido do que continuar a briga.
Queria saber pra quem quis exercer o direito de arrependimento em datas recentes com a Kabum, ela tá aceitando mais de boa hoje em dia? Ou continua em desacordo com o código do consumidor?
Complementos da Comunidade
Dúvidas
4 Comentários
Qual a sua opinião?